Buscar
  • FABULAR

VOCÊ CONHECE O QUARTO MONTESSORI?

Atualizado: 6 de Dez de 2019


Quem está pesquisando sobre quartos de bebês já deve ter se deparado com o conceito do quarto Montessori, popularmente conhecido por ter a cama junto ao chão.


Mas os quartos inspirados na metodologia de Maria Montessori se baseiam na ideia de que a criança deve desenvolver desde cedo a sua autonomia, explorando o espaço à sua volta.


Por esse motivo o ambiente é planejado para estimular a liberdade e a curiosidade das crianças, prezando sempre pela segurança em primeiro lugar.


Além disso, a premissa do quarto é: respeitar a perspectiva da criança e não do adulto. Esta é a principal diferença em relação ao quarto tradicional, onde o berço, a decoração e os móveis estão ao alcance dos adultos e não das crianças.


No quarto Montessori a criança deve visualizar e ter acesso a todos os objetos que nele estão: cama, roupas, brinquedos, quadros e livros. Assim a criança, à medida que vai crescendo, desenvolve a autonomia e o poder de decisão. É ela quem vai explorar e habitar o ambiente.


Outro ponto importante do método é que um ambiente muito carregado de brinquedos, objetos de decoração atrapalha o bom desenvolvimento da criança, pois cria uma confusão na hora dela escolher, porque ela não tem o controle total sobre o ambiente. Menos é mais! Além disso, o excesso encarece o projeto e a organização e limpeza do quarto torna-se difícil.


Vamos falar dos objetos e móveis que compõem um quarto Montessori:


📌 Cama: dá total liberdade de movimento e permite a criança exercitar os músculos e reconhecer o seu quarto. Enquanto está deitada, a criança está elaborando rotas e preparando planos. É possível colocar rolos e almofadas para evitar que o bebê saia rolando. Um tapete também ajuda a tornar o ambiente mais quentinho e aconchegante, principalmente em locais mais frios.


📌 Móveis: são simples, não há necessidade de nada caro e sofisticado. Assim, poucas coisas são realmente necessárias no quarto infantil: um espelho horizontal e baixinho com uma barra, estantes baixinhas e o importante é deixar um espaço livre. As janelas são fundamentais para a iluminação e ventilação do cômodo.


📌 Espelho: proporciona que os bebês reconheçam seus movimentos, e também, é um ótimo atrativo para a principal atividade desses primeiros meses de vida que são o “tempo de bruços”. É preciso ter muito cuidado ao fixá-lo para garantir a segurança. Junto ao espelho deve ser colocada uma barra, que tem por objetivo ajudar a criança a andar, sem depender diretamente dos pais.


Também é importante deixar espaço livre para a criança brincar e se movimentar, já que é através do movimento que a criança se desenvolve.


Além de ser muito prático, este quarto acompanha o crescimento da criança sem grandes alterações e despesas.


Ressalto a importância de contratar um arquiteto para evitar gastos desnecessários e frustrações na hora de montar o quarto do seu bebê.


Até breve 😊!


Abraço!


Aurélia da Luz Schneck


Inspiração: Gabriel Salomão - Lar Montessori

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

COMO MONTESSORI SURGIU EM NOSSAS VIDAS

Queridos, tenho uma péssima notícia para vocês! Aquela máxima que nasce uma mãe e um pai assim que a criança nasce não é bem assim... Claro que criar o filho todos irão criar.Isso sim, fazemos por ins